Propostas a apresentar ao governo


  • Propostas a apresentar ao Governo

    Para que todos tenham acesso foram redigidas e apresentadas propostas em prol da mobilidade eletrica.
    Esperemos para bem de todos que pelo menos algumas avancem por parte do nosso governo.
    Estamos em contato direto com um deputado que nos está a ajudar, pelo menos já nos ouviu o que já podemos considerar uma grande vitoria.


    Propostas para a Mobilidade Sustentável Elétrica


    Medida imprescindível para a Mobilidade Elétrica:

    - Os 50 postos de carga rápida (PCR) instalados o mais rápido possível, prometidos e prontos desde 2010 (estão armazenados pela Efacec à espera de serem instalados), mas atualizados com 3 mangueiras (Chademo, CCS, AC), com localização geográfica alterada e adequada, de preferência fora das auto estradas, salvo algumas exceções que se poderão considerar rotas com extrema utilização (AE litoral e interior em IP);
    - Manutenção e reparação imediata de todos os postos mobi-e, numa primeira fase; depois, atualizados para 7,4kw com tomadas mennekes e painéis fotovoltaicos (apoiado por fundos do 2020 a 75%), de modo a alimentar VE e o município (diminuindo custos com eletricidade), com piquetes de reparação no máximo de 48h e callcenter 24/24;
    - Liberalização da venda (não obrigatória) de eletricidade por parte de qualquer entidade para venda em postos de carga com máximo de 20% acima do preço de referência, apenas quando a rede for funcional, de forma a fomentar a espontaneidade da rede de carregamentos; (medida sem custos)
    - Disponibilidade em todas as grandes superfícies (Jumbo, Continente, intermarché, Lidl, etc..) e gasolineiras, de duas tomadas de 16ah para os VE, assim como a sinalização de parque para esse fim (medida sem custos);



    Medida muito urgente para a Mobilidade Elétrica:

    - Oferta de 1 Nissan Leaf de 30kw no Sorteio da Sorte, ou equivalente desde que 100% elétrico;
    - Aumento da rede mobi-e, sendo obrigatório 1 posto de 22kw DC/AC (apoiado através do 2020 com painéis fotovoltaicos) junto de cada Câmara Municipal do país;
    - Iva 6% em todo o veículo elétrico de 2 ou 4 rodas, 100% elétrico, sem limite de valor, só em caso de compra de bateria;
    - Em vez de 4500 euros de incentivo diretos na compra de VE em 2015, incentivo de 5000euros que devem servir também para a instalação de autoconsumo mínimo de 250w (caso já tenha painéis aplicam-se na compra do carro novo ou 2500 em caso de usado com menos de 3 anos desde que faturado e não tinha sido alvo de um apoio);
    - Obrigatoriedade de 3 postos de combustíveis, por Concelho, terem um posto de 22kw DC/AC, (medida sem custos)
    - Apoio a 50% na instalação de postos de no mínimo 22kw Dc/AC, com limite de 5000euros, caso instalem painéis fotovoltaicos com uma potência mínima de 11kw, podendo deduzir a totalidade do iva em caso de empresas ou entidades públicas (juntas de freguesia); no caso de PCR de 50kw, limite passa a 10000euros;
    - Incentivo no abate de pesado de mercadorias ou de passageiros (ou equivalente) de 10% com máximo de 10000 euros na renovação de frotas de transporte, sempre que instalem um posto de carga com mínimo de 22kw DC/AC, com posterior acesso a privados.



    Medida urgente para a Mobilidade Elétrica:

    - Instalação até final de 2017 de PCR de cobertura nacional com uma distância de 100kms entre cada;
    - Fomentar os PCR da Tesla, desde que haja conversas sérias para implementação de fábrica da Tesla em Portugal; em contrapartida os carros de estado também serão Teslas (ou de outra marca que fabrique/transforme VE em Portugal).
    - 100% Iva dedutível para empresas até limite de 75000+iva, 100% elétrico.
    - Isenção de portagens para VE 100% elétrico.
    - taxar os veículos a combustão pelos valores de NOX e CO2 reais, através do IUC, incluindo carros anteriores a 2007, conforme número de quilómetros feitos ao longo do ano;
    - Aumento do ISP em 1 cêntimo por litro em vigor a partir de 2016, e decrescente até 2020, de forma a superar as dificuldades imediatas e a apoiar diretamente a mobilidade elétrica/incentivos/frota estatal.
    - dar formação às brigadas da GNR especializadas no combate á poluição automóvel, evitando lastros de fumos pretos pelas nossas estradas.
    - Sinalização vertical e horizontal dos postos de Carga com fiscalização de infratores menos tolerante;
    - 50% dos transportes rodoviários 100% elétricos até 2020, assim como os estatais.
    - Extinção da APVE ou reformulação completa da mesma.



    Enviado do meu A0001 através de Tapatalk
    ICEMAN - RICARDO COSTA
    PREDATOR 70Ah -> 09/2011 -> 36.000km
    Avatar do Utilizador
    ICEMAN
     
    Mensagens: 633
    Registado: 10 mai 2014, 02:11
    Localização: Valongo


Voltar para A favor do ambiente




Informação
  • Quem está ligado:
  • Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes
cron